• Ana Caner

Bem estar é uma habilidade






A neurociência têm nos mostrado que as influências ambientais moldam de modo expressivo as funções e estrutura cerebrais.



Os estudos deixam claro: Bem estar é uma habilidade  — não diferente de aprender a tocar um instrumento — e como tal, tem a prática como elemento chave.

Um grande investigador e difusor desses conhecimentos é Richard Davidson, fundador do Center for Healthy Minds, da Univ. de Wiscosin-Madison, e considerado uma das 100 pessoas de maior influência do mundo, pela Time, em 2006.


Tendo dedicado os últimos 40 anos à investigação do cérebro humano e das emoções, é particularmente conhecido por seus estudos acerca dos efeitos da meditação sobre o cérebro.


Davidson destaca os quatro principais constituintes do bem estar, extensivamente estudados do ponto de vista neurocientífico:



1. Resiliência: A habilidade de recuperar-se de adversidades,


2. Habilidade de reconhecer qualidades positivas e de consolidar experiências positivas,


3. Habilidade de Presença: Você consegue imaginar um mundo onde as pessoas estão mais presentes naquilo em que fazem e no contato com o mundo e com outras pessoas, vendo e ouvindo atentamente? E o impacto na produtividade?


4. Generosidade: Comportamentos de generosidade e atruístas ativam circuitos chave para eliciar e prolongar o bem estar.


Os quatro constituintes do bem estar são altamente responsivos à neuroplasticidade. Os circuitos neurais envolvidos nessas habilidades são fortalecidos a partir de práticas meditativas.


Práticas muito simples, que ao longo do tempo trazem transformações impressionantes. As alterações no comportamento são verificadas de modo bastante rápido, após poucas semanas, mesmo entre pessoas sem nenhuma experiência prévia em meditação.


Este é um chamado para que tomemos consciência de nossa responsabilidade por conquistar o que mais almejamos. Nosso cérebro está em constante mudança, quer queiramos ou não. E cabe a nós usarmos a neuroplasticidade a nosso favor.


Como?

Dedicando-nos a intencionalmente modificar nosso cérebro de modo a cultivar e fortalecer as habilidades que responsáveis por nosso bem estar. Conheça aqui o treino mental proporcionado pelas práticas de mindfulness.



E você? O que tem feito para cultivar seu bem-estar?


Conheça aqui os programas que você pode começar agora mesmo.









0 visualização

Contato

Seguir

©2020 Feito com amor em São Paulo, SP.